CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »

sábado, 17 de setembro de 2011

Mulheres, um exemplo de coragem e determinação.

           Atualmente, as mulheres brasileiras possuem um espaço de muita importância na sociedade, e não só em questões quantitativas que elas predominam, o "sexo frágil" está na politica, na saúde, na educação, ocupam cargos gerenciais, de chefia, são bombeiras, policiais, e até servem ao exército, as mulheres são flexíveis, cuidam da casa e do trabalho, dos filhos e empregados, e ainda arranjam tempo para cuidar de sí e de seus maridos. Desde a colonizacão elas têm pequenas porém significativas conquistas perante a sociedade, sempre lutando racional e emocionalmente, com sua maneira, seu instinto natural, sofrendo preconceitos, sendo dimínuidas literalmente, de força à salários, direito ao voto, massacradas de diversas formas, não podendo escolher com quem casar, recebendo críticas quando ao volante, e sendo pré-determinadas a cuidar da casa, ouvindo: "Mulher no volante, é perigo constante" e "Lugar de mulher é no fogão", ou no tanque, isso não é verdade, mulheres dirigem bem, e não nascem só para serem donas de casa. Podemos ver vários exemplos de glória.
           Em 1885: A compositora e pianista Chiquinha Gonzaga estreava como maestrina, foi a primeira mulher no Brasil a estar à frente de uma orquestra. Em 1927: O governador Juvenal Lamartine consegue uma alteração da leí eleitoral, dando o direito de voto às mulheres, mas seus votos foram anulados no ano seguinte. Em 1932: Getúlio Vargas promulga o novo Código Eleitoral, garantindo finalmente este direito às mulheres brasileiras. De 1937 à1945: O Estado Novo criou o Decreto 3199 que proibia as mulheres à prática dos esportes que considerava incompatíveis com as condições femininas, tais como: "Luta de qualquer natureza, futebol de salão, futebol de praia, pólo, pólo aquático, halterofilismo e beisebol". O Decreto só foi regulamentado na década de 60. Em 1948: Depois de 12 anos sem a presença feminina, a delegação olímpica brasileira segue para Londres com 11 mulheres e 68 homens. Em 1980: Foi recomendada a criação de centros de autodefesa para coibir a violência contra a mulher, surge o lema: "Quem ama não mata". Em 1996: O Congresso Nacional inclui o sistema de cotas, obrigando os partidos a inscreverem no mínimo 20% de mulheres nas chapas proporcionais. São muitas as conquistas, hoje as mulheres podem estudar, votar no candidato politico de preferência, trabalhar em cargos importantes com boa remuneração, praticar qualquer esporte, participar de competições esportivas, escolher o companheiro, ser politicas... Mas ainda há preconceitos e restrições, os homens são preferência na maioria dos cargos, eles ganham uma porcentagem a mais de salário, se recusam a fazer serviços do lar, acham que têm mais liberdade para sairem com os amigos, beberem, trairem suas esposas, e sem contar na violência doméstica, que é uma lástima que acontece no mundo inteiro.
           Existem mais mulheres do que homens no Brasil, no ano 2000 eram 97 homens para cada 100 mulheres, e agora são 93 homens para cada 100 mulheres, e isso resulta em quase 4 milhões a mais, elas dominam, elas são poderosas, nossa presidenta Dilma Roussef é uma das mulheres mais poderosas do mundo, e a mulher mais poderosa do Brasil, ela é a 1ª a conseguir esse cargo em nosso pais, anteriormente havia assumido a chefia do Ministério de Minas e Energia. A supermodelo Gisele Bündchen, é uma das modelos mais bem pagas e mais valiosas do mundo, no ano 2000 foi considerada a modelo mais bonita do mundo, e já teve participações em filmes de sucesso. A atriz Sonia Braga e sua sobrinha Alice, brilham internacionalmente com papéis em filmes estrangeiros, mais valorizadas lá fora do que em território nacional. Muitos já devem ter ouvido falar na "Leí Maria da Penha", que foi criada para impedir a violência doméstica, Maria da Penha Maia Fernandes foi a mulher exemplo da leí, ela foi agredida diáriamente pelo marido durante seis anos de casamento, sofreu duas tentativas de assassinato deixando-a paraplégica, na primeira vez o professor colombiano Marco Antonio Heredia, atirou simulando um assalto, e na segunda tentou eletrocutá-lá, Maria deu a volta por cima e após muitos anos conseguiu que seu agressor pagasse pelo crime, mesmo que por apenas dois anos em regime fechado, o episódio foi considerado, pela primeira vez na história, um crime de violência doméstica.
            O dia internacional da mulher tem como origem as manifestações das mulheres russas por melhores condiçoes de vida e trabalho, e contra a participação do pais na Segunda Guerra Mundial, esse evento foi tão significativo, que 8 de março ficou marcado como o dia delas, quase ninguém sabe, mais também existe o dia internacional do homem, que é celebrado no dia 19 de novembro de cada ano, desde 1999. Elas tambem são um orgulho na educação, anos atrás não podiam estudar o básico, uma coisa simples como aprender a ler, hoje em dia elas estudam, se formam, se especializam e abrem seu próprio negócio. Quando enganadas em um relacionamento, elas não fogem do que tem que se tornar responsáveis. Elas são cuidadosas, mulheres no volante não são perigo constante, provocam menos acidentes que os individuos do sexo masculino, que acham que dirigir bem, é dirigir em alta velocidade, elas são vaidosas, aumentam a economia comprando produtos de beleza, coragem e determinação são as palavras que as definem.
           Em minha escola, uma hora ou outra se discute a condição feminina na sociedade, em qualquer matéria estudada, recentemente fui informada na aula de geografia sobre fecundidade, natalidade e crescimento natural, como podemos perceber, biológicamente nascem mais homens no Brasil, no decorrer da vida eles vão diminuindo em relação às mulheres, elas vivem mais, pois na juventude eles estão mais expostos à violência e às drogas, em média elas vivem até 77 anos, e eles até os 69, diferença de quase dez anos, e onde mais se nasce crianças é no continente africano, e por várias condições, falta de acesso à saúde, escolariedade, desenvolvimento do país, dificuldades de encontrar anticoncepcionais, e foi comprovado que quanto mais precária a situação de vida da mulher, quanto menos estudo ela tiver, mais filhos ela terá, e isso é muito ruim, pois na África é onde mais se morre, onde o alcance de vida de um ser é menor. Já no Brasil as mulheres estão tendo cada vez menos filhos, é comum ver em nossas familias nossos pais e avós com muitos irmãos, e atualmente os casais decidem por ter menos filhos, apenas um ou até nenhum. É muito importante aprender isso na escola, discutir esse tema, porque como sabemos ainda temos desigualdade, temos que nos valorizar, nunca abaixar a cabeça para a sociadade, mostrar que podemos ser mais, estudar, trabalhar, nos sustentar, sustentar nossos filhos e ser chefes de familia. Nenhuma mulher deve depender do marido, aceitar a violência moral e física, pois "quem ama não mata", isso não é justificativa para matar um ser-humano, muitas têm medo de denunciar, de sair dessa situação, por decorrência de ameaças do companheiro, como as leís estão cada vez mais nos favorecendo, o medo deve morrer, junto com a violência, que é um ato ridiculo, de machismo extremo, não é assim que deve funcionar as coisas, direitos iguais, igualdade é o que há de ter.

PALOMA PEREIRA DO NASCIMENTO, 
CONCURSO DE REDAÇÕES IGUALDADE DE GÊNERO 2011
(Autoria da blogueira)

6 comentários:

Anne Fonseca

Oii, tô passando pra deixar o meu selinho em agradecimento aos 100 seguidores do meu blog:
http://versosjogadosnochao.blogspot.com/2011/09/100-seguidores.html
Obrigada, beijos :)

Lucas Adonai

Muito bom !
Parabéns ;d

ღ Márcia

Parabéns Paloma pela redação...
Abraços querida.

Nação Esmaltada

Parabéns flor, adorei sua redação, você escreve muito bem! E ainda mais para falar de nós( MULHERES) é que dá inspiração mesmo. De frágil não temos nada, aguentamos coisas, que nenhum homem aguentaria. beijos

Nação Esmaltada

Há já estamos te seguindo, se puder fazer o mesmo, agradecemos, beijos NAÇÃO ESMALTADA

Fefe

Seguindo...Segue de volta?